quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Biografia da banda Fake Number



O produtor da Fake Number me convidou pra escrever a biografia deles algumas semanas atrás... eu fiquei realmente feliz pelo convite e pela confiança, pois sou fã da Fake praticamente desde que ela surgiu. E agora, pra começar bem o ano, eles inauguraram o MySpace novo com a pré produção de uma música nova e também a biografia que escrevi, leia abaixo:

A Fake Number surgiu como geralmente começam as grandes bandas: por diversão. Em março de 2006, na pequena cidade de Lorena/SP, a vocalista Elektra, o guitarrista Pingüim e o baterista Tony decidiram se unir e formar uma nova banda. Pouco tempo depois, com a entrada do guitarrista Vermelho e do baixista Diablo, a formação se completa e assim surge oficialmente a Fake Number.

Não pensavam muito em fama e sucesso até que começaram a fazer alguns shows pequenos em Lorena, tocando covers de bandas que curtiam, inclusive de Paramore, quando a mesma ainda era desconhecida no Brasil. Não demorou para que gravassem a primeira música, “Fake!” (que recebeu depois o nome de “Não Quero o Seu Mal” no cd “Cinco Faces de Um Segredo”).

Sentindo a vibração do público nos shows, a vontade de crescer, de fazer um bom trabalho e mostrá-lo ao Brasil aumentou nos integrantes. Agora a Fake Number já não era mais apenas diversão e sim, um trabalho, um compromisso e um sonho a ser realizado. Sem perder tempo, a banda viaja até São Paulo e grava a música “Segredos Que Guardei” no consagrado Midas Studio, com a produção de Lampadinha. Sucesso na internet, aproveitam e gravam o clipe logo em seguida, com a participação da Marimoon (VJ da MTV), que foi assistido quarenta mil vezes em apenas uma semana no site oficial da banda.

Ousando ainda mais, mudam-se para São Paulo, passam a morar todos juntos e a batalhar a todo vapor atrás de shows para mostrar seu trabalho ao público. Em agosto de 2007 lançam o primeiro cd “Cinco Faces de Um Segredo”, gravado no GR Studio em São Paulo pelo selo Urubuz Records. O cd dá à banda novas oportunidades, novos shows e reconhecimento na cena independente nacional. A partir daí o sucesso só aumenta, São Paulo se torna pequena e os shows em outras cidades e estados surgem. Nesse meio tempo, Vermelho deixa a banda e Gabriel assume a outra guitarra.

Em maio de 2008 lançam seu novo clipe, “Aquela Música”, que estreou no programa “Domínio MTV” e no “MTV Overdrive”, o que deu à banda a oportunidade de ser vista pela primeira vez em rede nacional.

No último ano, 2008, a Fake Number passa a lotar a agenda em praticamente todos os finais de semana, dividindo o palco com grandes nomes da música nacional e internacional como: NxZero, Fresno, Cpm22, Forfun, Strike, Glória, Dead Fish, Hateen, New Found Glory, Millencolin, Mxpx, Rufio, Love Hate Hero, Emery e The Ataris. Também marcaram presença por duas vezes no “ABC PRO HC”, no Festival “No Capricho” e outros consagrados festivais da cena brasileira.

Conquistando fãs por onde passam, a Fake Number é certamente a nova promessa mainstream brasileira. A energia nos shows, a interação com o público, o ritmo, as letras sinceras, o amor pelos fãs e o domínio que a vocalista Elektra assume no palco fazem a mistura do que hoje é a Fake Number.

E por que “Fake Number”?
Somente os integrantes sabem!
Talvez seja uma das cinco faces desse segredo, que mistura melodia, sonhos, desejos, experiências e carinho dos fãs. São números, que se misturam, que se encaixam, que formam acordes, que unem palavras e que fazem da Fake Number a minha banda, a sua banda, a banda que faltava no Brasil!


Caroline Steinhorst



“Nosso objetivo é levar nossa música para todos os lugares esperando que ela possa fazer diferença na vida de cada um de vocês.” – Fake Number


Para ler a Biografia no Myspace da banda:
http://www.myspace.com/fakenumber

12 comentários:

  1. baah.. essa biografia ficou demaais carool! sériozão! :D Parabéééns!

    ResponderExcluir
  2. Poxa, bacana d+ a história da banda!
    Também conhecia Paramore quando nem fazia sucesso! Assim como conheci o MCR, Fall Out Boy e etc...TÁ MTO BEM ESCRITA A BIO VIU??PARABÉNS!
    CONTINUE ASSIM!=]

    ResponderExcluir
  3. Olha só! parabéns pelo resultado na biografia e no blog.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. puta merda, concerteza Fake Number era oq faltava no BRASIL *-*
    parabéns pelas palavras ai na biografia, mando bem.
    beijoos

    ResponderExcluir
  5. Nossa eu comecei a gosta de fake number agora e a electra é linda de mais

    ResponderExcluir
  6. nuss amei essa biografia!!!!!!
    sou fã do fake number amo d+ todos integrantes da banda!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. tá demais a fake number é demais!!!!!!!!!!!!!!
    a electra canta pra caramba amo mto

    ResponderExcluir
  8. sou mt fã da FAKE NUMBER
    esta biografia ficou de mais......
    o TONY É mt LINDO, PERFEITO e a
    ELEKTRA canta muito msm!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. - Amo muiito fake number me lembra e marca muito eu e minha namorada!!
    Maia obrigado fake ;;

    ResponderExcluir
  10. Faaz Poouco Teempo Que Comecei a Ouvir As Musicas Dessa Baanda e Esse Pouco Teempo Ja Vi Que Essa Banda é Uma Banda Batalhadora Continue Sempre Assim a Biografia Taah Demais Parabéns

    Amooooooo Muiitoooo Essa Baanda S2

    FAKE NUMBER Amo Que Amo

    So Queria Meu Sonho Se Realizasse Que A Banda Fake Number Viiesse Cantaar Akiie Em Caraguatatuba Sp Esse é Meeu Maior Sonho e Eu Creeio Quue Um Diia Elle Vaai See Reaalizar *--*

    ResponderExcluir
  11. Amoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo Vooçs Amo o Estiilo Daa Elektra Mosley

    ResponderExcluir