quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Resenha de Show: 10 Anos da Undermusic Records

10 anos Undermusic Records: Parachamas, Al Diaz, Encore, End Of Pipe, Euthanasia - 28/11 (Fort Beer Lounge Bar - Jaraguá do Sul)

Depois de uma semana completamente caótica em Santa Catarina,, o que esperar de um festival de rock underground realizado em uma das cidades atingidas pela catástrofe? Falência total, certo? Errado. Na última sexta-feira (28/11) o Fort Beer Lounge Bar de Jaraguá do Sul lotou pra prestigiar a festa de 10 anos da Undermusic Records.

O Fort Beer Lounge Bar conta com dois ambientes: um com três mesas de sinuca, bastante colorido e mais arejado; outro com o bar, um telão e o espaço pra banda tocar. O que falta lá é um palco, para a galera conseguir assistir a banda mesmo estando mais atrás. Havia alguns tapetes no chão, então, sem mais delongas, a primeira banda a subir no tapete foi a Parachamas, de Blumenau. Começaram com “Perdendo o Controle” e colocaram a galera pra dançar com seu powerpop/ska/indie rock (ou tudo aquilo do qual você queira rotular). Assim é o Parachamas, uma mistura tão grande de tantas coisas que acabou formando realmente uma identidade. No final do show, pedidos de bis, e aprovação da galera de Jaraguá, que recebeu os blumenauenses pela primeira vez na cidade.

Meia noite e meia a banda Al Diaz começa. Tocar em casa para o seu público fiel, tem coisa melhor? O tumulto era tão grande que estava impossível de se aproximar da banda durante o show. Todas as músicas eram cantadas pela galera, que sabia cada trecho, cada palavra e se emocionava em cada acorde. Bonito mesmo, gostoso de assistir! Fecharam o show com “Quem Me Dera” seguida da “Pra Te Levar”, duas excelentes músicas.

Depois foi a vez da Encore, de Florianópolis. Os caras fazem um show bem marcante com riffs pesados, utilizando também um notebook e algumas programações nas músicas. Durante o show, havia uma galera empolgada na frente da banda provando que curtiram o som. Em torno de 02:10hs da madrugada, a Encore finaliza e dá espaço à próxima banda.

End Of Pipe, também de Florianópolis, começa pouco antes das duas e meia, mostrando ao público de Jaraguá seu ótimo trabalho, músicas cantadas em inglês e que lembram bastante Garage Fuzz e outras bandas nessa linha. Pra quem é fã do estilo, no myspace dos caras tem três músicas que valem a pena ser ouvidas! No show deles também houve uma grande aglomeração em cima dos músicos, legal ver como a galera era receptiva com todas as bandas que se apresentavam.

Pra fechar o ciclo então, digo, a noite, exatamente às 03:45hs Euthanasia sobe no ilustre tapete pra destruir tudo e finalizar a noite com chave de ouro. E pra quem pensa que o horário avançado esvaziou o local, se enganou, a galera ficou em peso pra assistir o Euthanasia. Show com direito a roda punk violenta (não poderia faltar, claro), até rolou algum estresse lá no meio da galera, que foi acalmada pelos pedidos do vocalista Mancha no microfone. Essa é uma banda que certamente vai deixar saudade pra quem os viu pela última vez naquela noite.

Quatro e meia da madrugada e é hora de voltar para casa. Sensação de missão cumprida dos organizadores, que realizaram o evento com responsabilidade e muita garra depois dos últimos acontecimentos no estado. Pra finalizar, fica aqui registrada minha admiração pelo público de Jaraguá, que além de lotar o local e ficar até o final, provou que gosta de rock de verdade, respeitando todas as bandas e vibrando com cada uma delas. Santa Catarina não pára, não morre! Segue o Rock!


CLIQUE AQUI PARA LER A RESENHA NO SITE "EHROCK"

2 comentários:

  1. meu deus do céu! por que tu escreve TAaaNTO!??
    HAUISHAISUASUIAHSUIAHS

    vou te adicionar :D

    ResponderExcluir
  2. eu tbm ja sabia do show
    foi meu irmao que postou... coidadinho ... é padawan!!!
    :P

    ;****


    ps: te linkei lá ^^

    ResponderExcluir